banfil1.gif (18740 bytes)

arquivof_1.gif (1790 bytes) De Olhos Bem Fechados

Título Original: Eyes Wide Shut

Gênero: Drama

Origem/Ano: EUA/1999

Duração: 159 min

Direção: Stanley Kubrick

Elenco:

Tom Cruise...
Nicole Kidman...
Madison Eginton...
Jackie Sawiris...
Sydney Pollack...
Leslie Lowe...
Peter Benson...
Todd Field...
Michael Doven...
Sky Dumont...
Louise J. Taylor...
Stewart Thorndike...
Randall Paul...
Julienne Davis...
Lisa Leone...

transp.gif (45 bytes)Dr. William "Bill" Harford
transp.gif (45 bytes)Alice Harford
transp.gif (45 bytes)Helena Harford
transp.gif (45 bytes)Roz
transp.gif (45 bytes)Victor Ziegler
transp.gif (45 bytes)Illona Ziegler
transp.gif (45 bytes)Bandleader
transp.gif (45 bytes)Nick Nightingale
transp.gif (45 bytes)Ziegler's Secretary
transp.gif (45 bytes)Sandor Szavost
transp.gif (45 bytes)Gayle
transp.gif (45 bytes)Nuala
transp.gif (45 bytes)Harris
transp.gif (45 bytes)Amanda Curran
transp.gif (45 bytes)Lisa

Sinopse: De Olhos Bem Fechados é o epílogo da carreira do consagrado diretor Stanley Kubrick, encerrando uma obra cinematográfica que incluiu sucessos como Glória Feita De Sangue, Spartacus, Lolita, Doutor Fantástico, 2001 - Uma Odisséia No Espaço, Laranja Mecânica, O Iluminado e Nascido Para Matar. Inspirado na obra Traunznovelle, ambientada pelo vienense Arthur Schnitzler no período entre guerras, o filme transpõe a trama para a Nova York contemporânea.

No elenco, os papéis principais são de Tom Cruise (Entrevista Com o Vampiro e Missão Impossível) e Nicole Kidman (Um Sonho Sem Limites e Batman Eternamente), que já haviam contracenado em Um Sonho Distante (1992); Kubrick apostou que, casados na vida real, eles ficariam mais desinibidos em cenas de nu e erotismo. Outro destaque é a sueca Marie Richardson, uma das atrizes favoritas de Ingmar Bergman. E o cineasta Sydney Pollack novamente aparece como ator, repetindo o que já fizera em obras importantes como Maridos e Esposas e O Jogador; ele conquistou um Oscar@ de melhor diretor, por Entre Dois Amores.

O médico William Harford (Cruise) e sua esposa, Alice (Kidman), cansados por nove anos de matrimônio, flertam separadamente numa festa na casa de Victor Ziegler (Pollack). No dia seguinte, relaxados pela maconha, conversam francamente sobre seus ciúmes ao pé da cama. Sentindo-se provocada pela aparente indiferença do marido, Alice confessa que teve desejos sexuais por outro homem durante as férias da família.

Bill fica irado com o adultério imaginário, mas o confronto iminente é interrompido pelo telefone anunciando a morte de um paciente. Ele vai para lá e é surpreendido por uma inesperada declaração de amor de Marion (Richardson), filha do falecido, que está de casamento marcado.

Atordoado, na volta Bill encontra uma prostituta (Vinessa Shaw) e só não chega às vias de fato porque novamente um telefonema interfere. O médico volta a perambular pela cidade, reencontra um amigo pianista dos tempos da faculdade e convence-o a dar o endereço onde se pratica uma espécie de orgia secreta.

Isso seria apenas uma experiência bizarra, se essa jornada não culminasse num misterioso caso de assassinato, num desaparecimento e em ameaças contra sua própria vida. Desorientado entre a sensualidade, o mistério e o medo, Harford tenta organizar-se de maneira racional em meio a uma atmosfera cada vez mais tensa para descobrir o que realmente aconteceu, recompor-se e buscar a reconciliação com a esposa.

Distribuição em Vídeo: Warner

Álbum de Fotos


webc3510.jpg (27282 bytes)


netci546.jpg (31368 bytes)


netci547.jpg (26612 bytes)


netci548.jpg (25348 bytes)


voltar.gif


transp.gif (45 bytes)