MELHORES FILMES AVENTURAS



Em maior ou menor grau, quase todos os gêneros cinematográficos se valem de heróis com os quais o público possa identificar-se. É no universo quase ilimitado dos filmes de ação, contudo, que esse personagem – tão antigo quanto o próprio cinema – transita com maior desenvoltura. Nenhum outro gênero possibilita afinal, que pessoas de carne e osso se transformem, sem muita cerimônia em figuras às vezes indestrutíveis para quem a realidade é um rio de águas sempre turbulentas. O público, agradecido, embarca de carona em suas peripécias.

Os anos 70 e 80 consagraram Steven Spielberg como o mestre supremo dos filmes de aventura e Indiana Jones como o personagem-símbolo de um cinema comprometido inteiramente com a diversão. Nada mais significativo, portanto, do que Harrison Ford – o ex-marceneiro de carne e osso por trás do imbatível professor-arqueólogo – ter sido apontado recentemente como o “astro do século”.

Embora esteja presente no elenco de diversas das maiores bilheterias da história, é na triologia que Spielberg e o produtor George Lucas dedicaram ao personagem – Os Caçadores da Arca Perdida ( 1981), Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984) e Indiana Jones e a Última Cruzada (1989) – que Harison Ford encarna o herói padrão de nossa época. Splelberg admitiu que inventou Indiana Jones devido á impossibilidade de filmar um episódio da série James Bond, outro ícone do cinema de ação. Coube a Sean Connery fazer de 007 um dos mais charmosos e sofisticados personagens do gênero, dando a ele uma aura que os livros de Ian Fleming apenas insinuavam. David Niven, George Lazenby, Roger Moore, Timothy Dalton e Pierce Brosnan também interpretam Bond, mas a ninguém ocorreria sugerir um casamento mais feliz entre ator e herói do que o vivido por Connery – não por acaso um dos poucos astros ainda em atividade no cinema a competir em popularidade mundial com Harrison Ford. Ambos talvez sejam os mais ilustres representantes de uma linhagem que teve inicio ainda nos anos 50, com Douglas Fairbanks e Rodolfo Valentino. E que, nas décadas seguintes, produziu ídolos de matinês como o ex-campeão olímpico Johnny Welssmuller – (que fez um Tarzã à altura do personagem literário de Edgar Rice Burroughs) e Errol Flynn (inigualável em Capitão Blood, 1935 e As Aventuras de Robin Hood, 1938).




Amargo Pesadelo
Deliverance
1972

Caçadores da Arca Perdida, Os
Raiders of The Lost Ark (1981)

Capitão Blood, O
Capitain Blood (1972)

 

De Volta Para o Futuro
Back To The Future (1985)

King Kong
King Kong (1933)

King Kong
King Kong (1976)

 

Lawrence da Arábia
Lawrence of Arabia (1962)

Salário do Medo, O
The Wages of Fear (1952)

Tarzan, O Homem Macaco
Tarzan, The Ape Man (1932)

 

Tesouro de Sierra Madre, O
The Tresure of Sierra Madre (1948)

Uma Aventura na África
The African Queen (1951)

Volta ao Mundo em 80 Dias, A
Around The World in 80 Days (1956)


Esses filmes foram escolhidos pelo Webcine, com certeza estão faltando muitos outras grandes aventuras, você pode contribuir indicando a sua.